Postagem em destaque.

quarta-feira, junho 14, 2017

Fusão esotérica


Resultado de imagem para Fusão esotérica tumblr



Sabe aquelas noites de coxas tremulas, câimbras nas panturrilhas e as roupas jogadas por todos os lados da cama, onde a fogosidade em forma de rio rompeu a continência de uma boa moça, que era cheia de trejeitos e manias, arrumava o cabelo atras da orelha esquerda, escorregando os dedos pelo pescoço, é sempre igual, ela me olha sorrindo, acendendo uma umidade em meio as pernas.

É sempre inevitável.
Ele tinha aquele sorriso torto e sedutor, que a conduzia como um reflexo, a cada sorriso dele, o dela aparecia automaticamente,
Com seu toque suave de suas mãos pequeninas, ela o acariciava, cabelo, rosto, nuca.
Sentados um de frente para o outro, ela com suas duas mãos envolvia sua nuca, com firmeza, os dois mantinham um olhar fixo e sorrisos espontâneos, ela deslizava suas mãos mais para cima, acariciando assim os cabelos dele, depois seus dedos sentiam cada detalhe do rosto, ate seu dedo pausar sobre os lábios, perfeitamente delineados e meio abertos.

Excitação e calor temperam a noite com o brilho aceso nos olhos, a ponta do nariz vermelha, enquanto os dedos do pé são cubos de gelo que quando sobem pela minha perna, arrepia-me a pele, deixando-me envolver pelos lábios sedentos.
Esse cheiro de "pólvora" deixa claro que um toque, uma faísca e tudo vem como uma explosão,que toma conta de toda casa.

Era uma mistura de sensações, ao mesmo tempo que podia-se sentir o suor escorrer pelas costas, a brisa fria que deslizava pela janela aberta esfriavam-lhe a espinha.
De modo a permanecerem aquecidos, se mantiveram "insaciáveis" pela madrugada a dentro.

Se entrega, escuta o que falo no teu ouvido eu não falo pra qualquer puta, não é porque tem esse corpo que pode me hipnotizar, esse tal corpo perfeito pode ser um convite para que eu me instale no seu coração, você sabe que eu sempre te quis, mas eu posso te matar!
Matar de amor, de tesão, ardor, ar, sem dor ou então sem ar ou dor, mas nada disso seria bom o suficiente para te fazer chegar em um estado de espirito satisfatório ao de morrer de amor, apenas amor, você é incapaz de me tocar sem que me excite, mas é incapaz também de evitar que eu hesite.

Pois abra teus braços,  e deixe eu aconchegar-me em teu peito, sinta o calor da minha alma que exala sempre que se aproxima, pare e sinta, apenas sinta esses momentos que nos envolvem, não apenas em nossos estados físicos. Esvazie sua mente e deite no meu colo, deixe minhas mãos repousarem em teu peito, permita-me te dominar por inteiro, sinta a ardência de meu calor temperar a tua alma com meu
mais puro e sincero amor.


Em parceria com ____________________Bruna Carolina Trizzine Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário