Postagem em destaque.

quinta-feira, novembro 17, 2016

Dois Idiotas








Dentre desejos e momentos, vontades e anseios eu me pego viajando e elaborando o que fazer quando estiver frente a frente,
                                    Cara a cara
                                                         Suor por suor
                                                                                Calor por calor
                                                                                                          Gozo por Gozo
Um dia ainda vou percorrer o caminho dessa pele, seguir as veias com os lábios, sejam elas tenuosas, perigosas ou proibidas, vou por onde quiserem levar-me.

Não preciso disputar, eu confio no meu dengo, mas também não insisto que aceite, a janela esta aberta e eu so peço que não entre pela porta, nada aqui é comum, não lhe ofereço nada do que já te deram,  sou diferente de todos os homens que você conhece ou vai conhecer, comigo a intensidade é feito cachoeira, sempre constante, o que sofre variações é apenas o fluxo que horas pode estar farto, outra hora apenas o necessário para te banhar por completa.  

Mas hoje nada adianta pensar, alguma coisa vai te incomodar pro resto da vida, noites que poderiam ser de baixo do chuveiro, lençóis suados e travesseiros pelo quanto inteiro, meu instinto é animal, e eu sei que de longe você sente o que eu exalo... E no fundo, bem no fundo, minha selvageria te traria a liberdade de viver sem se perguntar se eu sou apenas isso,  





quarta-feira, novembro 16, 2016

"Bem me quer - Mal me quer ! "





Hoje acordei com a lembrança dos teus cabelos repousados em meu travesseiro, não consegui lembrar do teu cheiro, isso pode significar que estou conseguindo te esquecer.

Mas o fantasma do teu corpo invade o meu tédio, no subconsciente quem te chama sou eu , quem te alimenta sou eu, não há razoes para te chamar aqui, mas minha garganta tremula grita seu nome na esperança de que você saia do banho com os cabelos molhados, toalha enrolada no corpo e aquele sorriso intimidador.  

Ate senti saudades do teu mau humor matinal.

Eu exagerado como sou, sempre insistia em ser romântico ao amanhecer, querendo me declarar quando você nem se quer se espreguiçou na cama, já pensei por muitas vezes que fomos feliz, e eu amei sem nem perceber, ou sem se quer entender, com amor se paga amor !

Sempre corri só, tentei ser um cara mau, não me importar e deixar tudo isso pra outra hora, ir embora, pena que fazendo isso me sinto tão mal.

Perdemos o encaixe, vou desmanchar o teu sorriso, como tirar as pétalas de uma flor, "bem me quer - Mal me quer ! "  e se bem vier eu te busco hoje a noite, te declaro o meu amor e você volta pra minha vida como se nunca tivesse saído, eu te quero é agora.

E se mal vier, eu vou me refazer longe de você !