Postagem em destaque.

sexta-feira, abril 30, 2010

E que Subentenda-se o meu prazer !

Minha Querida Amada, quererei que fique ciente de que quando te desejo e Não a Tenho.... Meu Corpo, Não sei, ele Começa a reagir de formas estranhas, Fico ativo, eletrico, sinto-me agitado, Algumas Partes sofrem mutações, sobejam, passam a ser mais irrigadas pelo meu sangue, e eu sou forçado a travar uma Batalha comigo mesmo,onde não possuo armas,apenas as próprias mãos, e a sua delicada e apetitosa imagem na cabeça me dão forças e inspirações, para que eu possa vencer e ver aquele sangue pálido e pegajoso jorrando. E enfim me aliviando da tortura de te desejar, e não te amar, pois mediante a briga, sinto nojo de você, mas basta eu te ver no dia seguinte e caio novamente nos seus encantamentos, e me pego batalhando novamente !

terça-feira, abril 27, 2010





Sinais Sotopostos.


Se Disseste que estavas calma, é porque calma estavas, se disseste que estavas nervosa, é porque nervosa estavas, se disseste que é assim que te agrada, Assim talvez será, se disseste que me ama, mas não sabes demonstrar, disseste assim, está explicado ! Mas Não escuto só Tuas palavras, posso ouvir também teus sinais. Os Tais Sinais, talvez imperceptíveis para alguém que não te ama. Tua ansiedade fora de hora, tua voz baixa e comprimida, olhar perdido e desviado, Teus vestidos coloridos passaram a ser neutros, os belos sapatos, trocados por algo mais confortável, tuas olheiras, e esse teu bocejo Falso, de quem Dormiu pouco ! Querida, não há nada mais vulnerável que o nosso desejo, na disputa entre o cérebro e a pele, nunca haverá empate. A pele sempre terá a vantagem ! isso é Fato..! mas Não procuro Só um corpo Bonito e bem cuidado, Não será teus belos olhos azuis esverdeados, que irão me fazer achar que sou pouco caso diante de ti,estava disposto a dar-te um orgasmo metafísico, para o qual não estavas preparada, qualquer outro ser que por ti sentires desejo, não conseguirias conquistar-te, pois é necessário amar-te para enfrentar o medo que tua aparência e presença causa a teu sexo oposto, mas privilegiado me sinto, pois como volto a repetir, sou diferente de qualquer homem, que já conheceu, ou vá conhecer, nessa mera vida boba, tenho certeza que pensaste, Que cara chato, metido a intelectual, só toquei no assunto pelo gosto musical, pela cultura, pela família, sobre filhos, futuro...! Definitivamente, gostaria de acordar e ver teus Olhos chorando em meu peito, tentando inverter a minha Partida !

domingo, abril 18, 2010

(Coubert Gustave, (1819-77) "La fonte" 1868, Olio su tela, 128 x 97 cm. Musee d'Orsay, Paris.)



Farei de verdes pastos meu repouso, de águas límpidas meu refresco,e de você meu amor, Minha fonte inesgotável de prazer. Mas infelizmente seus Prazeres são monótonos e quem se esgota sou eu !

quinta-feira, abril 08, 2010


Estava eu em meio a Natureza. Hô Natureza, dona de tudo aquilo que por característica fundamental é natural e normal, nos tornando seres não tão reais, se analisarmos tudo que ela considera inevitável e Faz. De repente, lhe escuto, mas não te vejo Olho pra cima vejo os raios de sol penetrarem por entre a copa das árvores, os mesmos raios que Não me recordo como me faziam seguir um caminho que eu não conheço, mas tenho confiança para segui-lo, Seu sussurro toca meus ouvidos novamente, vejo entre a mata uma movimentação, Faz-me pulsar o coração, mas mesmo assim à sigo...! Guiando-me mansamente a beira de águas calmas e Límpidas de uma cachoeira, sob mim o barro e as folhas formaram um bom aconchego onde deitei a sentir aquele ar úmido e gelado da cachoeira que se encontrava fechada por Árvores e moitas, eu podia sentir os selvagens ali me observando como se eu fosse uma aberração, escondidos por entre os arbustos, seus olhos me devoravam. De repente, lentamente do meio das águas começa a surgir, primeiro vejo os cabelos negros, boiando Sobre a água, o Crânio se levanta, direcionando os olhos Cor de mel, para os meus tão normais e escuros, neste momento já podia ver sua boca com lábios fartos de vida e calor. Confesso, Tentei fugir, mas a vontade de ver aquele corpo emergir-se daquelas profundezas me deixou estático e hipnotizado, os seios grandes e apetitosos aparecem pouco a pouco, me provocando, quase pedindo para serem beijados, acariciados, é, Realmente Pedem! Era um imenso convite ao meu prazer, Com a água Pela cintura, solta sua voz, um canto, agudo mas convidativo, pois vi os animais saírem dos seus esconderijos e se puseram ao meu redor, as borboletas e pássaros voavam por nós enquanto ela terminava de se formar diante a mim, naquele momento resolvi não mais fugir, parecia já habitar por ali, me sentia abrigado. Ao sair das águas, com os braços abertos os cabelos molhados grudados no seu corpo desenhavam o contorno dos seus ombros com os pés fora do chão ela flutuava em minha direção ofegante e extasiada, eu parecia ser um prêmio, um desejo .. para Você ! Mas Gostei, refrigera minha alma, todos os seus gestos livrar-me-ão da timidez,e por cumplicidade, farei então o que quiseres. Tão Feminina, tão calma, mas tão selvagem e estranha, não sei da sua existência nem de onde veio, mas eu me entrego, sou seu, o corpo e sua simplicidade em ser complexa me consolam, preparas-te todo este ritual para me socar entre seus peitos, com uma abraço gelado e molhado me envolves-te com seus cabelos, certamente por bondade, pois não sentia dali uma sensação ruim, pelo contrario, acordei sentindo o percurso evasivo das minhas veias, estavam tão livres leves e estranhas; Estranhas pois eu não tinha mais o controle de mim mesmo, Me levantei contra a minha vontade, abri a Janela, gritei Alto e me Joguei! antes que eu pudesse me espatifar no chão, senti seus cabelos me envolvendo o tronco e me segurando feito cordas! Agora sim pude realmente acordar assustado e buscando o sono para te encontrar novamente...

Foi um Erro

Apesar das minhas Fraquezas, Assim como entrei, sairei de tua vida. Mas nunca mais seremos nós mesmos...Sentiremos a dor de tentarmos buscar a Felicidade juntos e descobrir que minha roupa escura caia bem no meu corpo, os meus textos então sempre maliciosos e sarcásticos, a Elegância estava no meu Sorriso, no meu olhar. Eu sei, e tenho certeza que deixei marcas em você, pois então não pense nem Almeje me esquecer, pois isso não vai acontecer apenas irás lembrar com pouca frequência do calor dos meus braços, do toque de minhas mãos no seu cabelo e o doce viciante da minha boca, mas eu já não mais estarei contigo. Então tu sentirás a saudade...Somente aí saberei se tens coragem e se era verdade quando me dizia que não vives sem mim, que nunca iria esquecer-me. Somente aí saberei que tu me amas.
Eu estarei no mesmo lugar de antes com o mesmo sorriso e a mesma elegância, Esperando que tu Nunca voltes para mim.

terça-feira, abril 06, 2010






Hô meu amor não seja tão Cruel e Voraz ao se Deliciar do Mel que ainda resta em meu Ser obscuro, e Já Não mais Imaturo, as Abelhas de minha colmeia tem cedido seus lugares a Vespas e Moscas, me sinto uma carniça, Olha! Esta Sentindo esse Cheiro..? é a podridão do resto de seu amor que ainda Guardo comigo, Queres leva-lo de volta? acho que Não me serve mais e sinto que minhas abelhas Querem voltar a Me Deixar Doce Meu bem ! Não Era Bom ? Lembra?